Mapa Astral Védico de Suzanne Von Richtoffen

22 de março de 2018

Dados técnicos
03/11/1983 às 02:30
São Paulo – SP
Lahiri True Chitra


Suzane é à primeira vista uma mulher bonita. A notável conjunção entre Vênus e Lua confere esta beleza, junto a um stellium de planetas em Libra na casa 3, dentre eles o próprio regente do ascendente, o sol, também em Libra. Ela é inegavelmente vaidosa, em seus primeiros anos de vida pode ter se sentido atraída por áreas como o direito e a área de moda. Por outro lado, Marte está na casa 1, indicando uma personalidade agressiva e autoritária, com um pensamento frio e calculado. Esta última característica, herdada da mãe, uma vez que Ketu e Júpiter em Jyetsha se encontra na casa 4 (casa da mente e da mãe). 

Vênus é a nossa capacidade de sentir prazer, debilitado em Virgem, trouxe a ela maus relacionamentos, abuso de drogas, relações sexuais ilícitas de todos os tipos. Do início ao fim do crime Vênus esteve presente, na figura do namorado, no uso de drogas, nas traições de seus comparças e no fim de tudo, no motel onde comemorou seu patricídio.

No dia 31 de outubro de 2002, a noite do massacre contra os próprios pais, Rahu, Vênus e Marte (indicador natural de violência) estavam ativos, como podemos conferir em seus dashas. Qual era a motivação do crime no mundo privado de Suzane?

 

A libertação. O Rahu de Suzane se encontra em Touro, sua obsessão de vida é aquisição material, por si mesmo, não é um problema, mas seu dispositor, Vênus, está debilitado. Então dá lugar a pura ganância, a casa 2, é uma casa da nossa família, da estabilidade financeira e dos valores que aprendemos com ela, logo toda a família será atingida neste episódio, mas o verdadeiro objeto de raiva é a figura do pai (Rahu em casa 10). Em sua mente, era a libertação de uma criação restrita onde ela não podia fazer nada, uma vez que se encontra em Mrigashira, um nakshatra com esta motivação. Suzane não odiava tanto a mãe quanto o pai, o pai é uma figura de extrema raiva na vida de Suzane, por quem ela se sente terrivelmente traída e é incapaz de se sentir absolutamente mal por tê-lo assassinado. Suzane é autocentrada, alheia às necessidades das pessoas, tem uma personalidade que as enxerga como ferramentas do próprio prazer, por isso busca pessoas, sobretudo que demonstrem algum tipo de lealdade cega (regente da casa 7 é Saturno em Libra). Se há um stellium na casa 3, o ego da pessoa se torna gigantesco, porém, também é a casa do irmão mais novo, logo indica que sua única preocupação real na vida além de si mesma era seu irmão mais novo, devido a presença de sol e saturno eles serão obviamente separados, mas ele estranhamente permanecerá leal até perceber ter que carrega no nome sua família destruída.

Muitas pessoas cometem crimes, mas nem todos os criminosos são presos, mas por quê ela teria ido? Simples. Devido ao encontro do regente da casa 12 (prisão) com a casa 2 (residência). Sol debilitado e casa 10 também indicam má relação com o governo, Saturno (significador da casa 12) próximo ao Sol (corpo físico) também causa reclusão. Rahu na casa 10 fez o crime tomar proporções gigantes, por ser a casa da fama e ter Rahu que a amplia instantaneamente da noite para o dia. Apesar de já ter passado o maior Mahadasha de Rahu de Richtoffen, não fiquem surpresos se por volta de Julho a Dezembro de 2019, ela não se torne filme ou referência de marca no futuro breve, pois Rahu é o maior regente do cinema. A cadeia servirá para que ela aprenda o valor do trabalho, onde ela terá contato com o trabalho e confecção manual.

A princípio, ninguém poderia prever que ela abriria mão de toda a herança para o irmão mais novo, uma vez que o regente da casa 8 (casa de heranças) está conjunto com Ketu, o planeta da renúncia como fez antes mesmo do fim do processo. Por haver Júpiter envolvido, suspeito que ela levou em conta o conselho de alguma figura religiosa e/ou um advogado que reinterpretou isto como uma forma de passar a imagem pública de alguém que deixou seus crimes no passado.

Comentários
2019-09-19T23:57:18+00:00

About the Author:

Kerr é o fundador da Academia Brasileira de Astrologia Védica. Ele é astrólogo, tradutor de livros clássicos e modernos da jyotisha, pesquisador da cultura indiana e desenvolve novas tecnologias. Conhecedor das astrologias de Parashara, Jamini, Brighu Nadi e KP.
1
Olá! Caso você queira mais informações sobre consultas e cursos, clique no botão verde abaixo para conversar conosco pelo Whatsapp!
Powered by